Academia, cidade e jogo: experiências de aprendizagem sociointeracionista [Academy, city and game: experiences of socio-interactionist learning]

  • Guilherme Rodrigues Bruno
  • Ana Paula Berwanger Brancki
  • Tainara Alves Pereira

Resumo

A internalização dos fenômenos urbanos é um exercício de síntese de conhecimentos que torna imperativo desenvolver ferramentas e recursos didático-pedagógicos atraentes e atuais, contemplando a necessidade do estudante contemporâneo em desvincular-se do modelo educacional tradicional. Objetiva-se através do presente artigo legitimar o uso de jogos como uma alternativa lúdica de aproximação dos processos urbanos. De maneira geral, este trabalho descreve a experiência de concepção e uso de jogos na disciplina de Urbanismo e Teorias Urbanas, do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UFFS, Campus Erechim, associada a projetos de pesquisa e extensão. Observa-se que os estudos e experiências propostas aspiram introduzir uma ferramenta de ensino alternativa às convencionais, o que permite concluir que a apresentação dessas experiências fomenta a discussão acerca de técnicas de ensino-aprendizagem como conectores dos saberes teóricos às constatações empíricas relacionadas ao ofício do urbanista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Rodrigues Bruno
Universidade Federal da Fronteira Sul, Chapecó, SC – Brasil. E-mail: guilherme.bruno@uffs.edu.br
Ana Paula Berwanger Brancki
Universidade Federal da Fronteira Sul, Chapecó, SC – Brasil. E-mail: anabbrancki@gmail.com
Tainara Alves Pereira
Universidade Federal da Fronteira Sul, Chapecó, SC – Brasil. E-mail: tainara.alves26@gmail.com
Publicado
15-12-2018
Como Citar
Bruno, G., Brancki, A. P., & Pereira, T. (2018). Academia, cidade e jogo: experiências de aprendizagem sociointeracionista [Academy, city and game: experiences of socio-interactionist learning]. Revista Políticas Públicas & Cidades - 2359-1552, 6(2), 42-58. https://doi.org/10.23900/2359-1552v6n202