O Urbanismo Tático e seus limites políticos: o caso do Largo da Batata

  • anônimo 1 preprint Programa de pós-graduação em Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Resumo

Considerando que as retóricas de crise do planejamento urbano se materializam em práticas denominadas urbanismo tático, o presente artigo visa a apresentar uma perspectiva crítica destas formas autogeridas de ação sobre o tecido urbano, questionando o estatuto político que seus defensores lhe advogam. Para tanto, delineamos uma genealogia dos discursos de crise do planejamento urbano, que se desdobra na análise dos pressupostos políticos do “A Batata precisa de você”, ação de urbanismo tático desenvolvida na cidade de São Paulo. Observa-se que a ação é permeada pelo modelo político da sociedade civil contra o Estado e atravessada pelos modos de responsabilização do indivíduo que são característicos do neoliberalismo, o que permite questionar sua efetividade política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

anônimo 1 preprint, Programa de pós-graduação em Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
anônimo 1

Referências

Artigo não segue a norma:

Análise editorial 2: avalia-se o manuscrito obedece a exigência em usar 60% de artigos recentes no período de 5 anos; 30% no período de 10 anos e 10% relacionados a autores reconhecidos na área. O cálculo deve ser colocado pelos autores no início das referências bibliográficas;

Publicado
21-02-2019
Como Citar
preprint anônimo 1. (2019). O Urbanismo Tático e seus limites políticos: o caso do Largo da Batata. Revista Políticas Públicas & Cidades - 2359-1552, 1(1). Recuperado de http://periodico.revistappc.com/RPPC/article/view/300