VER E APRE(E)NDER A CIDADE COLONIAL BRASILEIRA NA CONTEMPORANEIDADE: uma experiência de atividade integrada no Curso de Arquitetura e Urbanismo da UFRN

Amiria Bezerra Brasil, José Clewton do Nascimento, José Clewton do Nascimento, Glauce Lilian Alves de Albuquerque, Glauce Lilian Alves de Albuquerque

Resumo


O artigo trata da experiência de integração entre componentes curriculares do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com foco na apreensão da cidade contemporânea, que tenha a particularidade de apresentar em seu quadro urbano elementos representativos da cidade colonial brasileira, com destaque para a natureza barroca dos espaços. A integração acontece entre os componentes Planejamento e Projeto Urbano e Regional 1, História e Teoria da Arquitetura e do Urbanismo 1 e Comunicação Visual, no 3o período do curso. O objeto de estudo é uma cidade próxima a Natal, e busca-se rebater os conteúdos teórico-metodológicos de leitura e apreensão dos elementos caracterizadores da cidade em questão, a partir dos conteúdos discutidos em cada componente. Como resultado da integração é desenvolvido uma atividade conjunta, com o objetivo de fazer com que os discentes articulem de maneira interdisciplinar o conteúdo apreendido. A atividade tem tido como resultado final diversos produtos, mas será focado nesse artigo o do semestre 2017.2 que teve como tema educação patrimonial e como cidades-objeto João Pessoa/PB e Olinda/PE.


Referências


BAETA, R. E. Ouro Preto: cidade barroca. In CADERNOS PPGAU-FAUFBA, número 1, 2002;

BAETA, R. E. O barroco, a arquitetura e as cidades nos séculos XVII e XVIII. Salvador: EDUFBA, 2012.

CARLOS, A. F. A. A. (Re)Produção do Espaço Urbano. São Paulo, Ed. da Universidade de São Paulo, 2008.

CORRÊA, R. L. O. Espaço Urbano. Petrópolis, RJ: Vozes, 1989.

CULLEN, G. Paisagem Urbana. São Paulo: Martins Fontes, 1983.

DARQ/UFRN. Projeto Político Pedagógico. Currículo A5. Natal, 2006.

DEL RIO, V. Introdução ao desenho urbano no processo de planejamento. 8.ed. São Paulo: Pini, 2004. 198 p.

LYNCH, K. A imagem da Cidade. Lisboa: Martins Fontes, 1988 (Coleção Artes e Comunicação).

NASCIMENTO, J. C. do. (Re)Descobriram o Ceará? Representações dos sítios históricos de Icó e Sobral: entre areal e patrimônio nacional. Salvador: EDUFBA: PPGAU; Florianópolis: ANPUR, 2013. 2ª ed.

NORBERG-SCHULZ, C. Arquitectura Occidental, Barcelona: Gustavo Gili, 2010. 1ª edição, 7ª reimpressão;

OLIVEIRA, M. K. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento – um processo sócio-histórico. São Paulo: Scipione, 1997.

PEREIRA, J. R. A. Introdução à história da arquitetura: das origens ao século XXI. Porto Alegre: Bookman, 2010;

ROLNIK, R. O que é Cidade. São Paulo, Brasiliense, 1988.

SANTOS, M. A. Urbanização Brasileira. São Paulo, Ed. da Universidade de São Paulo, 2008.

SOUZA, M. L. de. ABC do Desenvolvimento Urbano. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2008, 4ª ed.

VILLAÇA, F. Espaço Intra-urbano no Brasil. São Paulo: Studio Nobel, 1998.

http://portal.iphan.gov.br/files/Guia_Embratur/conteudo/Guia/apresentacaonew.html


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Políticas Públicas & Cidades - 2359-1552

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

POLÍTICAS PÚBLICAS & CIDADES ESTÁ INDEXADA NAS SEGUINTES BASES CIENTÍFICAS E DE DADOS