O TEMPO NA POLÍTICA PÚBLICA

anônimo 6 preprint

Resumo


É desafiador romper com a histórica concepção de que o poder público é o definidor e produtor da cultura, da cidade e das sociabilidades. É essa concepção que tem servido como justificativa para a reafirmação das ideologias de grupos dirigentes/dominantes que celebram e impõe a história do vencedor (FILHO, 2015).

Interessa-me pensar a partir de conceitos como cidadania patrimonial, memória, identidade, lugar e cultura, um mundo multicultural em processos de hibridização e homogeneização.

O lugar dessa reflexão me parece importante sobre dois aspectos principais, primeiro por eu estar envolvido nessa empreitada como burocrata e pesquisador, e segundo por ser em Goiânia, no Brasil, onde os sentidos do sertão encantam nosso imaginário. Portanto, procuro entrelaçar esses temas em três perspectivas documentadas durante a pesquisa realizada na Ocupação Jardim Botânico entre janeiro de 2016 e julho de 2017.


Texto completo:

PDF preprint

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Políticas Públicas & Cidades - 2359-1552

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

POLÍTICAS PÚBLICAS & CIDADES ESTÁ INDEXADA NAS SEGUINTES BASES CIENTÍFICAS E DE DADOS